• Equipe
    Especializada

    Contamos com uma equipe de veterinários a disposição do clínico para dúvidas e trocas de experiências. Oferecemos palestras para educação continuada de nossos clientes

    equipe especializada
  • Exames de Cultura e Antibiograma
    liberados em 48h

    Dependendo do crescimento bacteriano

    antibiograma animal
  • Endocrinologia

    Exames hormonais realizados

    DIARIAMENTE
    .

    endocrionologia animal
  • Imunologia

    • Cinomose       • PIF
    • Leptospirose • Ehrlichiose (TITULAÇÃO)
      entre outros

    LIBERADOS NO MESMO DIA

    imunologia
  • Rapidez na
    entrega de exames

    Resultados rápidos e precisos por e-mail
    ou no site.

    sentrega de exames
Exames laboratoriais veterinarios
Manual de exames

Vitamina B12 (cobalamina)

Material: 1,0 ml de soro. R - 7 dias e C - indefinido

Condições de coleta: Jejum de 4 horas. 

Método: Quimioluminescência

Prazo: 3 dias

Código: 545



Medições de cobalamina e folato no soro são úteis para diagnosticar e caracterizar alguns distúrbios de má absorção do intestino delgado. Concentrações de folato no soro, dependem da função da absorção da parte proximal do intestino delgado (jejuno), enquanto que, as concentrações de cobalamina refletem a função de absorção da extremidade distal do intestino delgado (íleo). Portanto, distúrbios intestinais de má absorção difusos levam a uma redução concentrações séricas de cobalamina e folato. Doenças do íleo são caracterizadas por reduzidas concentrações cobalamina e doenças do jejuno são caracterizados por reduzidas concentrações séricas folato. Elevadas concentrações de folato e baixa concentração de cobalamina podem indicar supercrescimento bacteriano (“diarreia responsiva a antibióticos”) no intestino delgado proximal porque certas bactérias sintetizam o folato e a cobalamina, tornando esta última indisponível para a absorção. Esse padrão (alta de folato e baixa de cobalamina) também ocorre em alguns animais com insuficiência pancreática exócrina.

Nos gatos, a absorção de cobalamina ocorre apenas no íleo. Deficiência dietética é rara e aparentemente só acontece em animais recebendo alimento caseiro, e/ou em dietas exclusivamente vegetarianas. Desta forma, um reduzido nível sanguíneo de cobalamina em qualquer paciente será provavelmente um reflexo de baixa disponibilidade do mesmo no íleo, que pode ser resultado de três mecanismos: disponibilidade reduzida de fator intrínseco (devido a uma insuficiência pancreática exócrina), doença de mucosa (ex: Doença Inflamatória Intestina Felina) ou  competição bacteriana (ex: supercrescimento bacteriano no intestino delgado).