• Equipe
    Especializada

    Contamos com uma equipe de veterinários a disposição do clínico para dúvidas e trocas de experiências. Oferecemos palestras para educação continuada de nossos clientes

    equipe especializada
  • Exames de Cultura e Antibiograma
    liberados em 48h

    Dependendo do crescimento bacteriano

    antibiograma animal
  • Endocrinologia

    Exames hormonais realizados

    DIARIAMENTE
    .

    endocrionologia animal
  • Imunologia

    • Cinomose       • PIF
    • Leptospirose • Ehrlichiose (TITULAÇÃO)
      entre outros

    LIBERADOS NO MESMO DIA

    imunologia
  • Rapidez na
    entrega de exames

    Resultados rápidos e precisos por e-mail
    ou no site.

    sentrega de exames
Exames laboratoriais veterinarios
Manual de exames

Leucose bovina

Material: 1,0 ml de soro.

Método: ELISA

Comentários: Reações falso-positivas podem ocorrer em animais que receberam anticorpos pelo colostro de mães positivas. Neonatos, que ingeriram colostro de vacas positivas e que estão com menos de 6 meses de idade, podem ainda resultar positivos devido a presença destes anticorpos colostrais, que ainda não foram eliminados. Animais com idades acima de 6 meses com resultados positivos por três exames consecutivos (em intervalos de 1 mês) devem ser considerados como positivos e infectados.

Reações falso negativas podem ocorrer em animais infectados cujo sistema imune ainda não respondeu a infecção viral (denomina-se este lapso, ou demora de resposta imune, de “janela imunológica”). Para tanto, em caso de resultados sorológicos iniciais negativos pós-infecção, serão necessários esperar-se 3 meses para considerar-se animal infectado ou não infectado, a semelhança do que ocorre com infecções humanas com o vírus HIV.

Vacas infectadas podem apresentar reação sorológica negativa (falso-negativa) quando os exames sorológicos forem realizados de entre duas a seis semanas antes e depois do parto. Os títulos sorológicos tornam-se novamente detectáveis seis semanas após.

Interpretação:

IDADE

RESULTADO SOROLÓGICO

ÚLTIMO CONTATO COM ANIMAL INFECTADO

INTERPRETAÇÃO

Menos de 7 meses

Positivo

 

Se nascido de vaca infectada: impossível de distinguir os anticorpos se resultantes de infecção ou se são do colostro. Retestar após 7 meses ou utilizar outra técnica como por exemplo a PCR.

Se nascido de vaca soronegativa, ou se não ingeriu o colostro de vaca soropositiva, está infectado

Negativo

Menos de 3 meses

Retestar três meses após o contato com bovino infectado.

Mais de 3 meses

Animal não infectado.

Mais de 7 meses

Positivo

 

Animal infectado.

Negativo

Menos de 3 meses

Retestar três meses após o contato com bovino infectado.

Mais de 3 meses

Animal não infectado.

FONTE: Adaptado de TOMA et al., 1990

Prazo: 5 dias.

Código: 480