• Equipe
    Especializada

    Contamos com uma equipe de veterinários a disposição do clínico para dúvidas e trocas de experiências. Oferecemos palestras para educação continuada de nossos clientes

    equipe especializada
  • Exames de Cultura e Antibiograma
    liberados em 48h

    Dependendo do crescimento bacteriano

    antibiograma animal
  • Endocrinologia

    Exames hormonais realizados

    DIARIAMENTE
    .

    endocrionologia animal
  • Imunologia

    • Cinomose       • PIF
    • Leptospirose • Ehrlichiose (TITULAÇÃO)
      entre outros

    LIBERADOS NO MESMO DIA

    imunologia
  • Rapidez na
    entrega de exames

    Resultados rápidos e precisos por e-mail
    ou no site.

    sentrega de exames
Exames laboratoriais veterinarios
Manual de exames

Aspergilose, sorologia
Material: 1,0 mL de soro
Método: Imunodifusão em ágar gel
Condições de envio: Refrigerado
Comentários: Aspergilose é a doença fúngica mais comum na cavidade nasal de cães sendo o
Aspergillus fumigatus o de maior incidência. Apresenta como sinais clínicos  descarga nasal unilateral ou bilateral mucopurulenta, dor a palpação além de  ulceração e despigmentação. O diagnóstico definitivo é baseado em um conjunto de  exames complementares juntamente com anamnese e histórico.
Por serem agentes cosmopolitas, diversas espécies de Aspergillus estão frequentemente presentes na biota anemófila e, portanto, estão também comumente presentes no trato respiratório superior de cães sadios. Devido a isto, resultados positivos no exame de cultivo não são suficientes para firmar o diagnóstico de aspergilose nasal. Já o exame sorológico, serve de bom suporte ao clínico para o diagnóstico de aspergilose nasal canina com alta sensibilidade e especificidade.
A aspergilose é uma doença respiratória comum em aves de companhia e de produção.
Os sinais clínicos da afecção, em aves, quando do envolvimento do aparelho respiratório incluem dispneia, depressão e emaciação.
Animais que apresentam Aspergillus como habitantes casuais da cavidade nasal não costumam desenvolver anticorpos detectáveis contra o microorganismo.


Em cães, a aspergilose é tipicamente localizada na cavidade nasal e dos seios paranasais e é geralmente causada por A. fumigatus. É visto principalmente com sinais de letargia, dor nasal, ulceração das narinas, espirros, corrimento nasal sanguinolenta unilateral ou bilateral, osteomielite do seio frontal e epistaxe. As lesões macroscópicas variam consideravelmente com o local da infecção, mas a mucosa do nariz e seios paranasais pode ser coberta por uma camada de material necrótico de branco para cinzento. A mucosa e osso subjacente pode ser necrótica com perda de definição óssea em radiografias ou TC.

A doença disseminada é vista na maioria das vezes em cães de meia-idade. Os sinais clínicos de aspergilose disseminada podem incluir letargia, claudicação, anorexia, perda de peso, perda de massa muscular, febre, hematúria, incontinência urinária, linfadenopatia generalizada, e déficits neurológicos.

Prazo: 5 dias
Código: 812