• Equipe
    Especializada

    Contamos com uma equipe de veterinários a disposição do clínico para dúvidas e trocas de experiências. Oferecemos palestras para educação continuada de nossos clientes

    equipe especializada
  • Exames de Cultura e Antibiograma
    liberados em 48h

    Dependendo do crescimento bacteriano

    antibiograma animal
  • Endocrinologia

    Exames hormonais realizados

    DIARIAMENTE
    .

    endocrionologia animal
  • Imunologia

    • Cinomose       • PIF
    • Leptospirose • Ehrlichiose (TITULAÇÃO)
      entre outros

    LIBERADOS NO MESMO DIA

    imunologia
  • Rapidez na
    entrega de exames

    Resultados rápidos e precisos por e-mail
    ou no site.

    sentrega de exames
Exames laboratoriais veterinarios
Manual de exames

Painel Neosporose e Toxoplasmose em cães

Material: 3,0 ml de soro

Exames realizados: Toxoplasmose IgG, Toxoplasmose IgM, Toxoplasmose Avidez do IgG (quando necessário), Neosporose IgG, Neosporose IgM, Neosporose Avidez do IgG (quando necessário)

Comentários: O diagnóstico sorológico das doenças infecciosas é realizado através da pesquisa e  dosagem dos anticorpos das classes IgM e IgG, produzidos pelo organismo em resposta  a um agente infeccioso. Classicamente, o primeiro anticorpo a ser produzido na  infecção primária é da classe IgM, sendo, então, acompanhado pela produção de  anticorpos da classe IgG. Os anticorpos IgM ficam presentes por um curto período de  tempo, normalmente desaparecendo de três a seis meses após a infecção, enquanto  os anticorpos IgG permanecem presentes por longo período, por vezes o resto da vida.

Portanto, a presença de anticorpos IgM é indicativa de infecção aguda ou recente, e a  presença somente de IgG, de infecção passada.

Entretanto, com o desenvolvimento, nos últimos anos, de novas metodologias que  apresentam maior sensibilidade para o diagnóstico dos processos infecciosos, esse  conceito tem-se alterado devido à possibilidade da detecção de IgM por um período  prolongado. Esses anticorpos IgM, denominados residuais, podem ser detectados,  geralmente, em valores baixos, por  meses após a infecção. A sua presença,  juntamente com anticorpos IgG, por vezes, dificulta a interpretação do tempo de  infecção. Além disso, os anticorpos IgM podem ser detectados na reinfecção ou  reativação de processos infecciosos, bem como em reações cruzadas.

Recentemente, foi desenvolvido um método de ensaio imunoenzimático capaz de  diferenciar infecção recente de infecção passada, com a presença de IgM residual,  através da avaliação da capacidade de ligação dos anticorpos IgG. Tal capacidade de  ligação, denominada avidez, é diretamente proporcional ao tempo de infecção.

Em quadros infecciosos agudos, a IgG apresenta  uma baixa avidez, enquanto que, em infecções crônicas, os anticorpos IgG apresentam alta avidez.

Prazo: 6 dias úteis.

Código: 865